domingo, 31 de agosto de 2014

Sombras....



Descanso nesse leito gélido manchado de sangue
e o silêncio da noite me abraça com trevor
ausência de calor
perdi o meu amor!

Cansada, meu espírito frívolo abandona o meu corpo
um desdobramento brusco, e dessa vez não há volta
não há hora
de querer regressar aquele maldito corpo
violado, deflorado, aviltado, surrado
pelos homens da escuridão
que possuiu e bebeu do meu sangue
aquele corpo vadio...

Pobre corpo, pobre alma,
Vou embora para o reino das sombras
onde lá o silencio domina
onde o frio é intenso
onde a almas doentias
esperando a minha vinda
pois quero abraçar as minhas queridas
que partiram nesses umbrais
onde o império infernal
repleta de ais, liberdades eternas
eternas libertinagens!!!

Pobre corpo..
carregada pelas sombras da noite
leito sangrento
frio sem fim!!!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...